Saudação ao Sol (Surya Namaskar)

Sat Nam!

Desde que li a numerologia de Outubro pela Nam Hari Kaur, à parte de me relacionar directamente com a sua previsão, uma coisa me chamou a atenção: Surya Namaskar, a Saudação ao Sol. Sim!!! Get to basics!!! Claro! Como não me lembrei de isso antes?

Desde que fui mãe que, de alguma forma, encontrar momentos para fazer a minha sadhana pessoal (sim, porque fazer as aulas que estou a preparar, não conta como disciplina pessoal!) tem sido um desafio! Sinto-me atraída para uma fantástica kriya e uma incrível meditação que acabam por ser demasiado longas e acabo por apenas poder fazê-las esporadicamente. (Sobre dicas de como escolhar uma kriya vejam este post no antigo blog.) E aí, a frustração instala-se!

Ao ler as palavras de Nam Hari, apercebi-me que Surya Namaskar poderia ser é a solução. Sendo uma kriya fluída e tão completa permite-me fazê-la enquanto desfruto da presença do meu filho no seu tapete de yoga (não, não a fazer yoga… a brincar com um carrinho ou a ver um livro), e não tenho problemas de consciência quando tenho que parar – normalmente para resolver uma disputa entre o bebé humano e o bebé gato ou para salvar os gatos mais velhos das tropelias do… bebé humano e do bebé gato-, nem me incomoda ter ambos a tentar trepar por mim acima na postura do triângulo (estes dois!…).

Neste projecto de simplificar a minha prática (sim, porque SIMPLIFICAR é o meu mote de 2012), decidi acrescentar 3m de Sat Kriya e 3m da meditação Sodarchan Chakra Kriya (colocarei info sobre esta meditação brevemente). Sat Kriya é uma das pérolas do Kundalini Yoga, sendo um exercício completíssimo e muito poderoso. A meditação Sodarchan Chakra Kriya é a meditação mais transformadora que experimentei na minha vida! Ainda enquanto aluna de Kundalini Yoga (nem ainda me tinha ocorrido ser professora desta prática) pratiquei-a por 40 dias e posso dizer que mudou a minha vida! Lembro-me que estava num lugar muito escuro e encontrei a minha luz! Resolvi SIMPLIFICAR e, uma vez que prefiro estar sozinha para estas, fazer apenas 3m cada. Estes cerca de 10m sei que consigo encontrar no meu dia para dedicar a esta prática.

Acima de tudo, esta tomada de consciência das minhas limitações ao nível da minha disponibilidade para praticar a minha sadhana pessoal, trouxe-me a oportunidade de partilhar com o meu filho a minha prática. Na verdade, faço questão de esperar que ele acorde para o podermos fazer juntos e ele, cada manhã, já pede pelo seu tapete. Porque nunca é cedo demais para começar a usar um tapete de yoga, certo?

***

Existem imensas variações da Saudação ao Sol, de acordo com as diferentes tradições de yoga. E mesmo essas, poderão ter mais do que uma versão. Não encontrei nenhum vídeo que ilustrasse na perfeição a versão que aqui vos apresento. Apelo importante a kundalineiros com câmaras de vídeo: vídeos de kundalini yoga em português, por favor!!! : ) A mais aproximada talvez seja esta!

Aqui segue a Saudação ao Sol, na versão de Kundalini Yoga mais simples, onde tem também a explicação da kriya e dos seus benefícios.

Desfrutem! SAUDEMOS O SOL!!!!

em, Manual de Professores de Kundalini Yoga segundo Yogi Bhajan.

Deixe um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s