{ gratidão }

{ pequenas grandes gratidões às 2ºfeiras }

*

Pois, pois, e às 3ªfeiras às vezes! ;p

gratidao22-10-2013

Hoje estou grata por:

:: uma nova sadhana, uma kriya e uma meditação que a minha linda hermanita Har Rai Kaur me enviou com todo o carinho. Que trabalho incrível! Nada como activar todo o Shakti Power pela manhã e conectar-me com com essas incríveis Força e Sabedoria Femininas! Desafios?!? Bring it on!

:: passeios matinais por Évora! A cidade que me viu nascer, que me viu crescer, a cada dia redescoberta com fascínio!

:: aqueles dias em que ainda podemos aproveitar o sol, sair a passear ou simplesmente brincar lá fora. Já vos falei da poça, verdade? Pois! Voltou oficialmente a época da poça! 

:: ter a oportunidade de ser mãe deste maravilhoso ser! Apesar de ser um yogi perfeito in the making, não se deixem enganar! Este aqui é uma força da natureza!

:: leituras matutinas, agora com o pequenote também! Desde que me lembro que, por acordar sempre muito cedo, tinha que ocupar-me durante um tempo antes do pequeno-almoço. Quando era mais pequenina brincava ou via desenhos animados na tv espanhola (pois a tv portuguesa ainda nem tinha aberto). Quando aprendi a ler, ficava no quentinho da cama, ainda sem quebrar o jejum, a ler, e a ler, e a ler. Foi um hábito que desaprendi com as correrias das aulas e do trabalho. Mas agora, naquelas manhãs em que nada temos que fazer – apenas preguiçar – estes deliciosos momentos estão de volta!

:: amanheceres! Já vos contei que sou uma madrugadora, certo? E apesar de agora, com o Outono, acordar ainda de noite, a cada manhã me mesmerizo com as cores e as formas no céu, com o delicioso entendimento que mais um dia começa, um novo dia! Sou sempre assaltada por um entusiasmo, uma sensação de pertença, que todo o meu ser transborda. A Mãe Terra é, de facto, prodigiosa, em todos os sentidos!

E vocês, que agradecem hoje?

:: inspirado em Snatam Kaur’s Gratitude Monday no Spirit Voyage:: 

 

{ momento }

Um ritual das 6ºfeiras. Uma fotografia – sem palavras – capturando um momento da semana. Um momento simples, especial e extraordinário. Um momento que quero congelar, saborear e recordar.

***

momento11-10-13

Se se sentirem inspirados deixem o link do vosso { momento } nos comentários do blog!

***

:: inspirado em SouleMama :: 

Kriya para Remover o Medo do Futuro

Nesta celebração do aniversário de Guru Ram Das deixo-vos uma linda meditação para remover o medo do futuro, usando o shabad Dhan Dhan Ram Das Gur. Desfrutem! Sat Nam!

Kriya para Remover o Medo do Futuro

Esta meditação remove o medo do futuro e conecta-nos com o fluir da vida através do Centro do Coração.

kriyaFearFuture1

kriyaFearFuture2

Postura: Confortavelmente sentados em Postura Fácil.

Mudra: Apoia as costas da tua mão esquerda na palma da tua mão direita. O polegar direito descansa na palma da mão esquerda e o polegar esquerdo cruza o direito. Os dedos da mão direita aconchegam a mão esquerda e seguram-na com suavidade.  Este mudra dá-nos uma sensação de paz e segurança. Colocar o mudra apoiado no peito, no Centro do Coração.

Medita com a tua versão versão favorita de Dhan Dhan Ram Das Gur.

Tempo: 11-31 minutos

Terminar: Inspira profundamente e relaxa.

Comentários: Esta meditação remove os teus medos do futuro que foram criados pelas tuas memórias subconscientes do passado. Força-te a lidar com o teu Centro do Coração.

“A beleza em ti é o teu espírito. A força em ti é a tua endurance. A inteligência em ti é a tua vastidão.” ~Yogi Bhajan

“Os polegares cruzados ajudam a neutralizar as calculações frenéticas da mente para evitar o medo e a dor. São essas mesmas calculações que provocam ansiedade e desconectam-te dos recursos da tua intuição e coração” ~Gurucharan Singh Khalsa, Director of Training at Kundalini Research Institute – KRI

Mais informação:

The Mantra for Miracles: Dhan Dhan Ram Das Gur, em 3HO

Dhan Dhan Ram Das Gur , música de Sangeet Kaur Khalsa no Sikhnet. Disponível para escutar online e download.

Dhan Dhan Ram das Gur, música de Snatam Kaur e Prabhu Nam Kaur. Download em Spirit Voyage.

Kriya em PDF (inglês), em KRI – The Yogi Bhajan Library of Teachings

Celebrando o nascimento de Guru Ram Das

“So realize in this House of the Guru we are celebrating Guru Ram Das’s Birthday week. Rejoice. Meet. Exchange happiness. You will have happiness for the year. What you shall sow, you shall reap. Sow happiness in this week. Use Thou in this week discard “I”, miracles will happen. “Kiv sachiara hoiai kiv kurai tutai pal(i).” How we become truthful and how this wealth of lies can fall. “Hukam(i) rajai chalna Nanak likhia nal(i).” In the will of God, Thou.” ~ Yogi Bhajan, 1987

Sat Nam!

Hoje celebramos o aniversário do nascimento de Guru Ram Das, o quarto guru dos Sikhs. Yogi Bhajan chama-lhe “O Senhor dos Milagres“, a quem nos dirigimos quando necessitamos que as nossas preces sejam atendidas. Guru Ram Das agracia-nos, pelo seu exemplo, com humildade e graça, e guia-nos no caminho da luz e da cura.

Imagem

O shabad Dhan Dhan Ram Das Gur, cantado pela deliciosa voz de Sangeet Kaur Khalsa, torna o impossível… possível! Quando tudo na nossa vida parece estagnado, evoquemos o domínio de Guru Ram Das, o domínio do coração, da realidade, da mente neutra, onde tudo se torna puro.

Cantemos este shabad hoje por 2h30!

Celebremos!

Oremos!

Agradeçamos!

 

Também te pode interessar:

Guru Ram Das’ Birthday, 3HO

O que se cozinha por aqui: tagliatelle de abóbora e pesto crudívoro

Faz muito tempo que ando para experimentar o “esparguete” de abóbora. O trigo, embora consuma integral, não combina comigo. O de arroz é uma opção, mas algo fino… O de courgette, sendo crú, é frio e nem sempre apetece… Como desfrutaremos então do nosso pesto?!?

Junta-se o gosto por “pasta” e o gosto por abóbora, e a curiosidade desperta. E com ela a vontade de experimentar este “esparguete” de abóbora! E assim, fiz!

A verdade é que não encontro o tipo de abóbora com o qual se confecciona esta “pasta”. Ainda assim decidi experimentar com a butternut. Como não faz os fios finos, tive de a cortar depois de cozida e usar a mandolina, ficando ao estilo tagliatelle. Eu optei por cozer a abóbora cortada pela metade para ser mais rápido, mas neste site têm a opção forno, crockpot e microondas!

TAGLIATELLE DE ABÓBORA

1 abóbora (p.e. butternut)

sal

setembro13 006

:: cortar a abóbora ao meio com casca, retirar as sementes e cozer em água com sal até ficar suave.

::  retirar a casca e cortar em pedaços grandes para usar a mandolina. Outra opção (contudo não testada pois só me ocorreu agora) poderia ser, de forma a não ter de cortar a abóbora e ter um fio mais comprido, usar um descascador de batatas.

:: servir! Com pesto; marinera; bolonhesa; azeite, alho e pimenta… delicioso todos os dias!

setembro13 077

PESTO (versão crúa) (x= xícara)

Para o pesto usei a receita crudívora do fantástico Rawmazing!

 

2x de manjericão

1/2x nozes

1/2x azeite

4 dentes alho (eu usei apenas 2)

uma espremidela de sumo de limão

 

:: processar tudo no robot de cozinha. Voilá!

::  este próximo passo é para a versão cremosa que eu gostei especialmente:

1/3x pesto (da receita acima)

1x cajús (demolhados por 3h)

3/4x água filtrada

 

:: mais uma vez, processar tudo no robot de cozinha.

:: devorar com a massa preferida!

setembro13 079

E o que se cozinha por aí?

{ gratidão }

{ pequenas grandes gratidões às 2ºfeiras }

gratidao7-10-13

Hoje estou grata por:

:: ter chegado o Outono! Sendo uma filha desta estação, para mim é absolutamente refrescante estas primeiras chuvas, o cheiro da terra molhada; o conforto daquela encharpe nos ombros, dum chá quente, duma manta nas pernas; amanheceres encobertos e dias de nevoeiro; trovoadas, o vento nos cabelos… A energia no ar é tão vibrante, tão cheia de vida! Ah… adoro o Outono!

:: bolo de mel! Chega o Outono e o chá quente, e fico possuída por uma vontade inexplicável de cozinhar no forno! Encontrei uma receita sem farinha e sem açúcar que é uma delícia! Já a publicarei!… Cross my heart!

:: abóboras! É um símbolo da estação, verdade? Especialmente avizinhando-se Samhain… Cá em casa comemos abóbora de todas as maneiras e feitios: na sopa, em guisado, no forno… mas ainda não tinha experimentado como “esparguete”. No mercado ainda não consegui arranjar a que supostamente melhor funciona para produzir os fios de esparguete finos, pelo que usei a butternut ao estilo tagliatele. Delícioso! “E acompanhada com quê?”- perguntam. Pesto, pois claro! 

:: amanheceres “orvalhados“! Acordo cedo, enrolo-me na encharpe e, descalça, saio à rua. E respiro o ar húmido da manhã. E, nesse momento, sei que estou exactamente onde tenho de estar!

:: conhecer Grandes Mulheres! Mulheres que fizeram, fazem e farão parte da minha vida e que tanto me ensinam, que tanto me nutrem! Tão grata por viver estes tempos em que as mulheres voltam a reunir-se em círculo, voltam a cantar com paixão, voltam a dançar ao ritmo da Terra, voltam a uivar!

:: visitas matutinas. Faz algum tempo que um animal voador visita o meu alecrim todas as manhãs bem cedo. A julgar pelo movimento das asas e a forma como se mantinha no ar aproximando-se das flores, pareceu-me um beija-flor. Vi alguns quando estava no Brasil, mas aqui no Alentejo nunca tinha visto nenhum. Aproximando-me, reparei que tinha antenas… é uma linda mariposa! Que sim, pensa que é um beija-flor!

:: pequenos sinais que a época do descanso terminou, que essa energia expansiva e dispersa dos meses de Verão deu lugar a uma natural necessidade de construir, destruir, reconstruir, restruturar, reorganizar! É o tempo que esfria; os dias que se encurtam; a formiga que paulatinamente, mas não sem esforço, carrega o sustento dela e das outras companheiras na colónia; os meninos que regressam à escola, os pais que regressam ao trabalho; as ovelhas que voltam a encher-se de lã… Dois grandes movimentos simultâneos – de crescente introspecção mas também da procura de estrutura, planificação e projecção de novos quereres, novos desejos, novos projectos – que nos relembram onde estamos nesta grande Roda do Ano!

E vocês, que agradecem hoje?

:: inspirado em Snatam Kaur’s Gratitude Monday no Spirit Voyage::