Crónica do Vale III

…a da vantagem do uso de botas de borracha e porque é que eu ando sempre de chinelas.

CdV4

Já tentaram limpar um terreno de detritos, galhos e pedras? E arrastar troncos mortos de árvores? Já estiveram num terreno cheio de picos, espinhos, e tronquinhos espetados do chão? Saberão portanto a importância de usar o calçado adequado – tipo galochas – e de luvas de trabalho.

Começando por estas últimas. Sabem o difícil que é encontrar luvas do meu tamanho?!? As luvas de trabalho são aparentemente feitas para homens altos e espadaúdos com mãos do tamanho duma frigideira grande! Acabei por me conformar com luvas de jardinagem (que todas as farpas que tenho nos dedos atestam que não oferecem o mesmo tipo de protecção!) e, para cúmulo, dado o tamanho, ou as encontras com padrões floridos ou cor-de-rosa. *suspiro* Não tenho absolutamente nada contra o cor de rosa, mas suspiro ante a noção antiquada e conservadora que as mulheres não fazem outro tipo de trabalho mais pesados. Não que eu tenha a mesma força que um homem alto e espadaúdo com mãos do tamanho duma frigideira grande… Mas ainda assim, faço a minha quota! *palmadinhas nas minhas próprias costas*

O drama das botas de borracha é outro!

Verão.

Botas.

Calor…

Botas…

piiiiiiiiiiiii (linha plana no electroencefalograma).

E, assim, sigo eu, por montes e vales, de chinelas, com a gadanha ao ombro!

NOTA PARA O EU-FUTURO: Quando o senhor vier limpar o terreno da próxima vez, pedir-lhe que arraste todos os detritos para a extrema. *suspiro* live and learn!

 

Deixe um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s