Um detergente para roupa caseiro e amigo do ambiente!

Faz muitos anos, quando comecei a trabalhar com sabão artesanal, fiz algumas experiências de detergentes para roupa, com método a frio. Mas nenhuma me satisfez, não tanto na sua eficácia na roupa, mas essencialmente por nunca ter conseguido a consistência desejada. Utilizei também nozes de saponária, ecoballs e afins. Mas, como uso e trabalho com óleos, necessito algo realmente eficaz e que me lave a roupa, tirando essa gordura especialmente das toalhas. Simplesmente deixei  o assunto para trás e usava detergentes ecológicos (quando os podia pagar) ou detergente normal *whispash* (eu… auto-flagelando-me…).

Sou apologista de não comprar o que posso fazer eu mesma. Além de que a maior parte das marcas de detergentes à venda no mercado faz testes em animais. E acredito com todas as células do meu corpo que todos nós somos responsáveis pela Mãe Terra e precisamos de começar a pensar seriamente nas consequências da negligência com que vivemos nesta “casa” que é de todos. Já era, pois, hora de arregaçar mangas e resolver esta questão pendente do detergente para roupa!

Pesquisando na internet encontramos uma infinidade de receitas, mas eu optei por uma que incluísse bicarbonato de sódio por ser tão eficiente na eliminação de odores na roupa e pelas suas propriedades branqueadoras, especialmente conjugado com o borato de sódio e o carbonato de sódio. Usei sabão para roupa de compra pois de momento não tenho sabão feito por mim (um sabão de castilla com óleo reciclado seria perfeito para esta receita!).

detergente 151

Detergente para a Roupa (x = xícara) —  usar 1/2 x por lavagem

77,5gr sabão ralado
1/2 x bórax (borato de sódio)
1/4 x carbonato de sódio
1/4 x bicarbonato de sódio

1. Aquecer 3 x de água e juntar o sabão ralado até este derreter.

detergente 159
2. Depois de derretido, juntar o bórax, carbonato e bicarbonato, mexendo SEMPRE até dissolver.

detergente 164

detergente 174
3. Juntar 500ml de água quente à mistura e mexer bem. Retirar do lume.

detergente 195
4. Colocar 2 litros e 800 ml de água fria num garrafão, juntar a mistura e agitar. Deixar arrefecer e ir agitando nas horas seguintes, pois irá separar-se à medida que vai gelificando.

detergente roupa

O detergente vai sempre separar-se um pouco, pelo que agitem antes de usar.

detergente roupa2

Esta receita deu-me para cerca de 4,5 litros de detergente. E querem saber quanto custou este detergente para roupa caseiro e amigo do ambiente?

sabão – 0,45€

carbonato – 0,13€

bicarbonato – 0,19€

bórax – 1,38€

TOTAL – 2,15€ por quase 5 l de detergente, sendo que cada lavagem fica em cerca de 0,05€.

E viram o fácil que é fazê-lo?

Como amaciador uso 1/2 x de vinagre de vinho branco por lavagem, colocado no compartimento do amaciador. E não, a roupa não fica a cheirar a vinagre depois de seca! E fica mesmo suave! Quem diria, não é?

O que fazemos quando chove lá fora…

… e à mamã não lhe apetece limpar pegadas de lama dentro de casa nem juntar mais roupa enlameada dentro de um cesto de roupa suja já bastante cheio pois não adianta fazer lavagens uma vez que nada enxuga?

Muitas coisas! Fazemos:

:: desenhos. Agora que o Ki já domina melhor a “técnica” do desenho, já não quer usar os blocos de cera de abelha mas apenas canetas pois desta forma consegue ter mais precisão ao desenhar. Sim, porque agora, todos os seus desenhos já representam qualquer coisa. Nem sempre é decifrável aos nossos olhos já viciados em representações realistas (estas mamãs que não percebem nada!), mas deliciosa e cuidadosamente desenhados.

desenho

Constou-me que no desenho acima são caracóis e minhocas…

desenho

… e neste, um cavalo, um cavalo bebé e uma minhoca…

desenho

… e neste, uma ovelha e uma minhoca.

:: algo doce. Experimentámos o Fudge Crú 3 Ingredientes. Mesmo como eu gosto, economia de ingredientes e tudo ao mesmo tempo no robot de cozinha! E uma oportunidade de usar lúcuma que já estava a passar de validade. Usámos nozes e amêndoas, mas como me apetecia algo com chocolate juntei cerca de 3 colheres de sopa de pepitas de cacau crú. Mesmo assim não me saciou a vontade de chocolate. Então, fiz uma cobertura crua de cacau. Assim, sim! Mhammm!

chuva 018

chuva 099

chuva 308

:: malha. Parando de carreira em carreira para abrir a porta a um gato que quer entrar, para atender ao pequenote,  para abrir a porta a um gato que quer sair, para ir controlar o jantar que está ao lume, para abrir a porta a um gato que quer entrar… o costume!

chuva 362

:: projectos primaveris. Com a Primavera a chegar é hora de recriar a nossa mesa das estações. Esta mamã não é muito habilidosa mas relembrando a técnica dos pompons e com a inspiração do livro Crafts Through the Year, lá saíram este pintainho e este coelho para decorar a nossa mesa ainda em construção (mais fácil não podia haver!).

chuva 407

E claro, muita brincadeira (para o pequenote), muita [tentativa de] arrumações (para a mamã) mas essencialmente desfrutar estes momentos em casa, escutando a chuva a cair e o vento a uivar lá fora. Dolce far niente!

Mais vale tarde que nunca, certo?

Lembram-se dos projectos de tricot das prendas que fiz para o Solstício de Inverno? Acabei por apenas poder completar 3 peças uma vez que meteu-se toda uma mudança pelo meio.  Aqui seguem as fotos dos trabalhos acabados e (já que estamos em meados de Fevereiro?!? ooops) bastante usados! Mas mais vale tarde que nunca, certo?

Para este gorro de duende adorável, usei as instruções no blog Little Home Blessings. O Ki amou o gorro e eu… acho que quero um para mim!!!

gorro de duende

gorro de duende

gorro de duende

gorro de duendePara estas golas usei o modelo da DROPS ainda que com ligeiras alterações. Mas como usei uma lã mais grossa, ficou mais aconchegadinho ao pescoço. Ideal para os Invernos alentejanos. Repetirei o modelo com lã que eles recomendam para uma gola mais ligeira para a Primavera. A mãe e a irmã parecem satisfeitas! E a irmã fez de modelo! Grata, maninha!

Golas

Gola cinza

Gola cinza

Gola azul

Gola azul

E o próximo projecto? Ainda é surpresa!

Actualização: Questionaram-me sobre o gorro. Sim, este foi o projecto que fiz em redondo com as 5 agulhas. Para minha surpresa, tendo nas mãos tantas agulhas (à laia de Eduardo Mãos-de-Tesoura), foi muito fácil trabalhar com as 5 agulhas. Requer mais atenção, mas foi muito divertido! Repetir? Sim!!!